Beleza e Fitness

Archive for the ‘Dieta’ Category

Oi meninas,

Apesar de a gente tentar manter o foco o ano todo, quando começa um novo mês essa simples mudança no calendário acaba tendo um certo efeito sobre o psicológico pra querermos ajustar alguma coisa que não esteja muito legal. Como maio foi um mês bem bagunçado pra mim quanto a treinos e dieta, quero muito voltar com tudo agora. Entre hoje e amanhã vou fazer o meu planejamento do mês na agenda e quero seguir à risca.

Então, neste post, seguem alguns flashs desse meu começo de mês. Ontem foi o dia do “bife de peru picadinho e legumes” :) Três refeições foram assim *rs* Aqui às vezes é desse jeito: só dá tempo de preparar um tipo de refeição, então é isso o dia todo :)

E aqui a bolsa térmica prontinha na manhã de sexta-feira pra fechar a semana bem:

Hoje (sábado) pela manhã tive que fazer exame de sangue a pedido da dermatologista e nem bem saí da coleta já sentei e preparei meu shake de whey com farinha de aveia :) Se tem uma coisa que ODEIO são esses jejuns pra fazer exames.

Aí fiz uma horinha e fui logo treinar. De lá tinha marcado manicure mas esqueci de levar meu shake pós-treino. Sorte que tinha uma loja de suplementos por lá e comprei um whey líquido, daqueles concentrados:

Meio caro, por sinal. Mas que coisa ruim!!! :D Teoricamente era sabor melancia mas era um negócio viscoso, enjoativo e amargo :) Enfim, tinha 45g de proteína e era o que eu precisava.

E assim a gente vai tentando fazer as coisas darem certo, na correria e nos imprevistos.

Um ÓTIMO final de sábado e todas e um domingo ainda melhor ;)

Beijos!

Improviso

Posted on: 23/05/2012

Oi meninas,

Voltando à rotina, devagar e sempre :) 2ª feira não treinei porque sempre costuma ser meu off mesmo, recomecei ontem com o Yoga. Hoje voltaria aos “ferros” mas saí de casa feliz e contente (OK, nem tanto, estava morrendo de preguiça!) e ao virar a esquina com o carro dei de cara com o maior trânsito. Aí me lembrei que hoje teria greve de Metrô e trens em SP e pra quem mora aqui sabe que quando isso acontece a cidade vira o CAOS total e absoluto. Com certeza eu demorararia uma meia-hora pra ir e sabe-se lá quanto tempo pra voltar porque seria mais horário de pico ainda. Conclusão: na próxima esquina retornei e resolvi improvisar alguma coisa em casa mesmo.

Tenho umas caneleiras de 5kgs, um colchonetezinho e lá fui eu fazer uns exercícios pro bumbum. Porque pra quem tá parada há quase 20 dias qualquer coisa vale, né? :)

Fiz 3 exercícios de 4 apoios simples:

1. Perna estendida 4×12 / 2. Perna dobrada elevação lateral (“cachorrinho”) 4×12 / 3. Perna dobrada segurando 3 repetições curtinhas em cima 4×10

Depois fiz uns abdominais isométricos e pronto, foi isso. Treino rápido e simples só pra recomeçar. E mesmo tendo sido leve sei que vou ficar doloridinha, é triste ficar parada, né?

Vim aqui rapidinho postar, vou tomar banho, pegar as marmitas e enfrentar o trânsito. Pra “melhorar” o dia, ele está cinzento, nublado e frio:

Mas, tenho que ganhar din-din pra pagar as compras, né *rs*

Pra fechar, uma coisinha que queria mostrar pra vocês. Antigamente eu costumava ter agenda, diário, essas coisas. Passei na minha mãe esses dias e resolvi pegar um antigo, aleatoriamente, e peguei o de 2001. Nessa época eu fazia academia, até fazia musculação alguns dias, mas fazia muito mais aulas. E em alguns dias eu anotava minha alimentação. E eu tinha que mostrar isso pra vocês:

Não sei se dá pra ler direito então vou transcrever aqui, olhem o desastre: 1 banana nanica + 1 copo de suco de maracujá + 1 pão de batata com frango e catupiry + 1 água de coco de caixinha + arroz, feijão e macarrão + 1 copo de Mega Mass morango + 1 paçoquinha + 1 Mupy de maçã + biscoitos de trigo com gergelim + 1 cocada + 1/2 barrinha Nutry de banana com chocolate + arroz, feijão, batata e cenoura + 1 copo de Mega Mass morango + 1 paçoquinha

OMG!!!! :D Que coisa HORRÍVEL hahahaha… Eu até tomava suplemento, esse Mega Mass era um hipercalórico que vendia em farmácia, nem sei se ainda existe :) Mas a alimentação era MUITO ruim.

Enfim, eu já tinha 23 anos nessa época e não tinha noção NENHUMA de treino e nutrição. Por isso fico feliz quando vejo meninas mais novas se interessando por aprender mais sobre esses assuntos porque eu queria MUITO ter aprendido o que sei hoje quando era mais nova, e não quando já tinha quase 30 anos.

Bom, preciso me mexer e voar pro trabalho então fico por aqui.

Um ótimo dia a todas ;) Beijos!

Oi meninas,

Já faz um tempo que queria escrever aqui sobre uma “descoberta” (pelo menos pra mim) do meu sogro, o “Dover Assa + Leve“, um papel anti-aderente para ser utilizado em frigideiras, grelhas, forno, etc, que dispensa o uso de óleo no preparo dos alimentos. Não é o conhecido “papel manteiga”.

Quando ele nos contou que dava pra fazer até ovo “frito” que não grudava, a gente duvidou mas quando ele nos deu um rolo e testamos, vimos que o negócio funciona mesmo.

Achei ótimo, tenho usado, mas uma coisa me intriga: os ingredientes do papel. Será que podem fazer mal à saúde? A embalagem diz que a composição é “celulose e polímeros de base aquosa grau alimentício”. Alguém que entenda de química para nos dar uma luz? :) Quando resolvi escrever o post mandei um e-mail pro SAC pedindo mais informações, se eles me responderem alguma coisa interessante eu coloco aqui depois.

Fazendo uns franguinhos:

Ficam bem sequinhos mesmo. E é engraçado que o cheiro dele quando esquenta me lembra pipoca :)

Vocês já usaram ou conheciam esse papel?

Beijos!

UPDATE: Esqueci de mencionar mais uma vantagem do papel: frigideiras limpinhas depois de cozinhar, claro! :D

UPDATE 2: Recebi a resposta do SAC da marca Dover e achei bacana. Segue: “Atendendo sua indagação informamos que o produto DOVER ASSA + LEVE é feito a base de celulose e polímeros de base aquosa de grau alimentício. Não contém glúten. Não contém gordura. O papel tem composição natural e química que não se transfere à comida. Não há nenhuma substância que possa ser prejudicial a saúde.”

Oi meninas,

Essa semana está meio cansativa, corrida, então hoje vai mais um post rapidinho, na verdade um lembrete. Quem busca resultados estéticos e saúde deve saber que não é possível usar os exercícios físicos para tentar compensar uma dieta ruim:

Não é se exercitar para poder comer e sim comer para poder se exercitar!

Muitos são assim, fazem exercícios físicos com a ilusão de que como estão “queimando” tudo na academia podem manter a alimentação ruim (e ainda querem resultados!). Por isso as academias ficam lotadas logo após os finais de semana. Por isso vemos muita gente passando 3 horas na academia – 1 hora na esteira, 1 hora na aula de spinning e 1 hora na localizada – pra depois comerem seu Mc Donald’s com menos peso na consciência.

Mas não é isso. Quem quer um corpo bonito e saudável tem que pensar o contrário. Que nutrientes vou fornecer ao meu corpo para que ele possa desempenhar o máximo nos treinos? O que vou comer para que meu corpo possa se recuperar adequadamente (e com isso ganhar massa muscular, perder gordura, etc)?

Esse é meu recado de hoje ;)

Beijos e uma ótima 5ª feira!

Oi meninas,

Quando comecei a levar a sério treino/alimentação, há uns 5 anos atrás, e contratei um personal trainer por uns poucos meses, lembro dele falando que a palavra “dieta” tinha origem grega e significava “estilo de vida”. Não sei se é verdade mas isso ficou na minha cabeça e aderi à idéia mudando totalmente meu estilo de vida, não apenas seguindo a “dieta” que ele sugeriu. Entretanto, geralmente usamos a palavra “dieta” para identificar a alimentação que seguimos por um período de tempo e com um objetivo específico (perda de gordura, ganho de massa muscular, melhora de alguma doença, etc).

Mas o que vem ao caso aqui não são os termos utilizados e sim os conceitos. Muitas vezes vemos as pessoas copiando a dieta de tal celebridade ou mesmo seguindo as centenas de dietas que revistas especializadas publicam mensalmente. Atletas, principalmente do fisiculturismo, também seguem “dietas”. Apesar de adotarem também a idéia de “estilo de vida”, a fase que antecede uma competição é marcada pela conhecida “dieta pre-contest”, que tem a fama de ser composta só de frango e batata-doce (e muitas vezes é só isso mesmo). Sendo realistas, o objetivo nessa fase é principalmente estético, o bodybuilding acaba sendo um esporte com essa característica, e por isso mesmo a dieta é por um período bem específico já que a restrição da alimentação a poucos alimentos não é algo saudável. Isso me lembra sempre a frase do treinador Fernando Marques: “Esporte é saúde, competição é outra história“.

“Não estou de dieta, estou comendo saudável”

O ponto a que quero chegar é (e talvez alguns discordem): uma alimentação apenas com objetivos estéticos nem sempre é saudável, já uma alimentação saudável sempre garantirá um corpo bonito. Por “saudável” eu entendo uma alimentação variada, balanceada e com a menor quantidade de alimentos processados possível. E, ATENÇÃO, por “corpo bonito” eu não me refiro ao padrão “mega sarada cinturinha-coxão-bundão-panicat”. Mas sim um corpo de quem se alimenta bem e faz atividades físicas, mesmo que seja um corpo mais “comum”, mas que em um mundo onde a obesidade ganha cada vez mais espaço já é considerado “acima da média”.

E é sobre isso que venho pensando ultimamente. Já fiz muita “dieta” e que fique bem claro que esse não é um post CONTRA dietas bem planejadas. Muito pelo contrário sou a favor SIM de dietas com objetivos específicos e que nos façam felizes, de preferência orientadas por um profissional. Só não estou numa fase TÃO preocupada esteticamente assim como era antigamente. Será a idade? :)

Vou dar um exemplo de algo que tem mudado pra mim: eu consumia poucas verduras e legumes. Como eu sempre visava o aumento de massa e pra isso tinha que comer mais do que eu gostaria/conseguia, eu acabava muitas vezes abrindo mão das verduras e legumes já que, por conterem muita fibra e água, esses alimentos acabavam me “enchendo” e dificultando que eu comesse as proteínas e carboidratos que seriam “mais importantes” na construção de massa muscular. Coisas que só quem foi magrinha e se vê tendo que comer muito entende. Atualmente tenho tentado formar o hábito de comer mais verdes e coloridinhos, mesmo que diminua um pouco a quantidade dos outros macronutrientes.

Bom, o assunto dá muito pano pra manga e provavelmente acabarei tocando nele em outros posts, então como esse já está enorme vou parando por aqui ;)

Beijos!

Oi meninas,

Sempre que leio por aí “projeto verão”, “projeto carnaval” me dá um “siricotico” :) A busca de um corpo mais bonito e saudável não deveria ser uma coisa de momento e sim um projeto/estilo de vida.

Recententemente li um post do Dr. Paulo Muzy sobre isso que recomendo que todas(os) leiam. Ele deu uma “zoada” no corpo dele pra testar o que funciona para a recuperação, que é mais ou menos o que as pessoas buscam no “projeto carnaval”, consertar o estrago de um ano inteiro em 1 ou 2 meses. De qualquer forma, saíram boas dicas disso: 

1. Evitar o consumo de glúten, lactose e carboidratos simples;

2. Preferir alimentos a suplementos (a não ser imediatamente no pós-treino);

3. Exercícios aeróbicos como componente do treino de musculação;

4. Não sair dos trilhos no final de semana. Se você tem um objetivo de curto prazo, primeiro atinja sua meta inicial, depois comece a pensar em dia do lixo;

5. E a última dica é tão boa que vou copiar literalmente:

Tenha sempre uma atitude pró-musculos. Quando você se distrai e sai do foco acaba comendo coisas que não tem necessidade e às vezes nem vontade de comer tem… come simplesmente pela ocasião ou pela oportunidade. Atitude pró-músculos significa que você sempre vai fazer a escolha tendo por base o físico que você quer atingir em vez do hábito que teima em se manter“.

 

 

Gente, é a Hilary Swank! AMEI essa foto, super sarada!

Beijos!

 

Cruzeiro

Posted on: 12/12/2011

Oi meninas,

Nesse último final de semana fiz um mini cruzeiro com minha mãe a bordo do ‘Splendour of the Seas‘ e achei que seria legal escrever um pouco sobre a minha experiência pra quem pretende fazer uma viagem assim e se preocupa em manter a boa forma. É comum ouvir as pessoas dizendo “Fiz um cruzeiro e engordei não sei quantos quilos em 4 dias!”. Porque quis, oras! :) Dá pra se divertir sem voltar com “excesso de bagagem”.

Chave da cabine

Quero dizer que acho MUITO válido aproveitar uma viagem de férias (ou seja, 1 ou 2 vezes ao ano) pra sair da rotina, comer à vontade e dar uma descansada dos treinos, se essa for a sua vontade. Mas acho importante dizer que quem quiser simplesmente aproveitar uma viagem assim mas manter uma dieta mais saudável, isso também é possível. Só vai exigir bastante força de vontade pois a oferta de guloseimas é enorme e 24 horas por dia :)

Neste cruzeiro acabei mantendo um equilíbrio, nem todas as refeições foram certinhas, até porque no meu dia-a-dia não tenho sido tão disciplinada, mas fiz algumas opções mais saudáveis e registrei para o blog, pra quem pretende viajar e se manter na linha.

Bom, só conheço 2 navios e os 2 são da Royal Caribbean, (‘Vision of the Seas’ e ‘Splendour of the Seas’) mas se alguém tiver alguma outra dúvida sobre outros assuntos ligados a cruzeiros sobre os quais não vou tratar neste post, deixem comentários que tentarei responder se eu souber. Antes de mais nada, deixa só eu postar o meu ânimo quando embarquei debaixo da maior chuva e com previsão de continuar assim o final de semana todo :)

E chove…

Mas apesar de tudo tivemos uma tarde de sol em Ilhabela, mesmo tendo voltado a chover depois.

Enfim, falando de comida: o ‘Splendour of the Seas’ tem várias opções de restaurantes. Dos principais, um é buffet livre (Windjammer) e outro é ‘à la carte’ (The King and I). Além disso existem outros locais com lanches, hot dogs, saladas e docinhos. E o Splendour esse ano inagurou algumas opções pagas, inclusive um restaurante japonês, que acabei não conhecendo por ter sido um cruzeiro muito curtinho e minha mãe não gostar de comida japonesa.

Meu cruzeiro foi de apenas 2 noites. Viajei na 6ª feira e voltei no domingo. Assim que cheguei ao navio fui almoçar no ‘Windjammer’ (buffet). Não tinha visto nenhuma opção de proteína mais light e achei estranho, pois geralmente sempre tem alguma, então acabei pegando um pouco de moqueca de peixe, legumes e purê de batata. Mas quando procurei um pouco melhor, achei peixe grelhado e complementei a moqueca:

 

Windjammer: peixe, legumes e purê de batatas

À noite fui ao jantar  ‘à la carte‘. Sempre escolho essa opção para o jantar por que o restaurante é lindo e acaba sendo mais sofisticado, todo mundo se arruma mais e os pratos acabam sendo mais elaborados. Mas acabam sendo mais calóricos também. São umas 5 ou 6 opções de entrada, 3 ou 4 de prato principal e umas 4 opções de sobremesa. DICA: se nada do menu for do seu agrado, você pode pedir quem montem um outro prato pra você, se houver a opção na cozinha. Teve um casal que dividiu a mesa conosco e a moça pediu salmão, arroz e brócolis. Se eu quisesse me manter na dieta, poderia ter pedido salmão e brócolis, por exemplo. Mas acabei indo de saladinha de entrada, massa de prato principal e um creme de chocolate sem açúcar de sobremesa :”) Como escrevi antes, não tirei foto das besteirinhas hehe…

The King and I: saladinha de entrada

No dia seguinte o navio fez sua parada em Ilhabela. Escolhemos tomar o café da manhã no mesmo restaurante do jantar, que tem o serviço de garçons para servir as bebidas, pães e alguns pratos quentes da cozinha mas dispõe também de um buffet no qual você pode se servir de outras opções. Gosto de tomar o café da manhã nesse restaurante pois você pode pedir para os garçons uma omelete do jeito que quiser. E pedi uma somente de claras, um pouco de batata assada e tomate. A refeição vem totalmente sem sal pra você temperar como quiser. Complementei com uma xícara de café puro e uma fatia de pão integral tostada e pronto, ótima refeição pra começar o dia sem peso na consciência.

The King and I: claras, batata e tomate

No almoço desse dia mais uma vez não achei uma fonte de proteína mais light, apesar de que, pra quem come carne vermelha, tinha uma opção de grelhado que parecia boa. Acabei optando por frango ao molho agridoce, brócolis no vapor e salada de tomates:

Windjammer: frango ao molho agridoce, brócolis e tomates

Também é possível encontrar frutas disponíveis o dia todo. Apesar de ser “açúcar” (frutose), é uma opção muito melhor do que um doce: tem fibras, vitaminas e outros nutrientes. Nessa refeição queria um docinho e optei por uma maçã verde:

Windjammer: frutas disponíveis o dia todo

Como próxima refeição, optei pelo buffet do ‘Solarium’ onde você pode montar sua salada e fui de atum, grão de bico, tomate, pepino e alface, tudo com azeite.

Solarium: monte sua salada

Pouco depois resolvi fazer pelo menos um treininho na academia. Pra tomar coragem, na falta de um ‘jack3d’, meu pré-treino foi “old school”: muito café e água :)

Café americano: pra gente é “chafé” mas eu adoro!

“Treino ou dou uma dormidinha antes do jantar?” :)

Resolvi fazer um pouco de elíptico e um treino mega básico de pernas com os aparelhos que tinham lá pra membros inferiores: leg press horizontal, extensora e flexora. O foco da academia era mais a parte aeróbica mesmo, várias esteiras e elípticos. Acho que pro povo queimar as calorias da comilança, né :) Mas tem halteres com pesos variados e outros aparelhos para membros superiores, todos de ótima qualidade (Life), novinhos, dá pra se virar muito  bem por lá.

Fitness Center: aparelhos básicos mas muito bons

Fora que a vista é ESPETACULAR, as ‘paredes’ da academia são todas de vidro e o navio estava ancorado bem de frente pra Ilhabela, dei sorte de ter saído o sol, aquele marzão… perfeito! Mas o treino teve que ser rapidinho porque já eram mais de 18hs e 19:30 eu tinha que estar pronta pro jantar.

Tchau, ‘macarrão ao pesto’ do jantar!

Bom, no jantar da 2ª noite acabei escolhendo massa novamente e um parfait de banana com amêndoas MARAVILHOSO.

No dia seguinte o navio já amanheceu em Santos, tomei meu café da manhã e a vida boa acabou. Como acordamos meio atrasadas, fui de ovos mexidos, pão tostado e café mas tinha a opção de ovos cozidos que eles deixam lá com casca e tudo, ou seja, tem que descascar um por um e eu não estava com tempo :) Mas geralmente sempre tem essa opção no café da manhã do buffet, ou seja, dá tranquilo pra manter a dieta.

Bom, só lembrando que tudo o que escrevi acima é meio padrão pros navios da Royal Caribbean, uma companhia americana. As outras companhias que estão no Brasil geralmente são italianas (MSC, Costa) e possivelmente devem ter um outro padrão de alimentação e serviços, realmente não sei.

E é isso! Poderia escrever mais um monte sobre outros aspectos do cruzeiro mas ficaria cansativo e também fugiria do tema do blog. Sou suspeita, adoro navios, adoro o mar… Então recomendo muito :)

Beijos!


Sorteio Camiseta Puma

Sorteio Garrafinha SMAM

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 170 outros seguidores

Siga o blog no Twitter!

Arquivos

Blog Stats

  • 1.154.688 hits